Avisar sobre conteúdo inadequado

5 destinos enoturísticos a não perder II

{
}

 TAGS:undefined

No nosso primeiro artigo sobre os melhores destinos enoturisticos, recomendámos alguns dos lugares onde o vinho é um centro de atenção cultural. Hoje, trazemos mais cinco destinos onde pode saborear a pérola dos líquidos.

1. País Vasco, Espanha

Uma das regiões onde a gastronomia tem que se lhe diga. Igualmente, os seus vinhos, e portanto, a sua localização junto às vinhas de Rioja e Navarra.
Nas suas cidades, ao longo da costa, podemos desfrutar os restaurantes com estrelas Michelín, as suas sidrerías e caseríos, onde a boa mesa é fundamental, ainda que não sejam parte de nenhum Guia conhecido.
Em San Sebastián, é recomendável visitar a Lukas Gourmet Benta-Berri, uma peculiar loja de vinhos com bar e restaurante.

2. Franschhoek, África do Sul

Os vinhos da África do Sul estão a ganhar uma grande aceitação a nível internacional. Em Franschhoek, encontram-se muitas adegas e ladeiras repletas de vinha, que desce ao encontro do rio. Existem muitos sítios para tomar um bom vinho, um deles, o Hotel Le Quartier Français, que, para além de excelentes vinhos, serve um menu com 8 pratos de inspiração africana, criados pela Chef Margot Janse.

3. Alentejo, Portugal

Esta é uma das regiões de um país onde a a gastronomia é um pilar importante da cultura.O Alentejo possui milhares de vinhas e uma gastronomia variada com base no peixe, na carne e nas verduras. A Tasquinha do Oliveira, em Évora, serve bons vinhos e acompanhamentos e o restaurante da Herdade do Esporão é uma verdadeira experiência para conhecer a adega, a esplanada, e provar vinhos de elevada classificação.

4. Burgenland, Áustria

À distância de uma hora de carro de Viena, Burgenland possui uma natureza impressionante, para além dos seus lagos, é um paraíso para os amantes de vinho. As visitas às adegas fazem parte da rota do seu enoturismo, para além dos restaurantes Gut Purbach, Mooslechner Bürgerhaus, na bela cidade de Rust, o Reiter Supreme Hotel, situado no extremo Sul de Burgenland.

5. Ashland, Estados Unidos

A história do vinho de Oregon já não começa e acaba em Willamette Valley Pinot noir. A região vinícola de Ashland alberga muitas das 120 adegas situadas em torno da cidade, que é sobretudo conhecida pelo seu festival anual - Oregon Shakespeare.

 

 TAGS:Abadía Retuerta Selección Especial 2011Abadía Retuerta Selección Especial 2011

Abadía Retuerta Selección Especial 2011: um vinhos tinto com D.O. VT Castilla y León vinificado com syrah e tempranillo de 2011 e com um grau alcoólico de 14º.

 

 

 TAGS:José Pariente Verdejo 2015José Pariente Verdejo 2015

José Pariente Verdejo 2015:  um vinhos branco com D.O. Rueda está elaborado com verdejo de 2015 e 13.5º de grau alcoólico.

 

 

{
}

Deixe seu comentário 5 destinos enoturísticos a não perder II

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name