Avisar sobre conteúdo inadequado

5 propostas para gourmets em férias

{
}

 TAGS:undefinedO turismo gastronómico encontra-se em subida e sobretudo graças à quantidade de pessoas que procuram saber mais sobre a gastronomia de cada lugar. Os profissionais com mais anos no sector convivem com os mais novos, que necessitam dar a conhecer os seus descobrimentos culinários. A oferta é ampla e variada. Se vai de férias e a gastronomia é uma das suas paixões, este artigo interessa-lhe.

1. Galiza
O norte de Espanha é uma verdadeira delícia para os sentidos. O peixe e o marisco são os protagonistas de vários restaurantes e bares com estrelas Michelin.
Uma destas opções é o restaurante Fogón Retiro da Costiña, com uma estrela Michelin e uma sala-adega onde se serve cozinha galega reinventada e regada com importantes vinhos da região. Nas Rías Baixas, encontrará centenas de adegas convidativas numa zona conhecida pelos seus excelentes vinhos e mariscos. Mais para o interior, na Região com Denominação de Origem Ribeira Sacra, há já uma série de adegas modernizadas e abertas ao público, como a Bodega Regina Viarum, em Doade, Lugo.

2. País Basco
A boa mesa é uma das características do País Vasco. Qualquer tasca onde se entre para provar os famosos pintxos, já sejam quentes ou frios, é uma boa forma de provar novos sabores. No centro histórico de Bilbau, muito recomendável, pode escolher entre tascas, restaurantes novos, carne ou peixe, mas há algo que deve provar: o molho Idiazábal (um queijo basco que já é património gastronómico europeu). O centro histórico de San Sebastian é também uma opção repleta de restaurantes e bares de pintxos.

3. México
Referir o México em relação à sua gastronomia implica uma extensa variedade de produtos. Entre as diversas rotas gastronómicas pelas que pode optar, destaca-se a de Yucatán, onde a cultura Maia embebe os restaurantes, casas e mercados improvisados de refeições.
A cozinha tradicional desta zona constitui-se de: milho, sementes de abóbora, orégão e coentros, cebola roxa, laranja amarga, chiles vários e lima. Alguns dos pratos típicos que aqui se podem saborear, são: o Chilmole, feito com chiles secos, pimentas brancas e pretas que se adicionam a umas tortitas duras de milho; o Poc Chuc, um prato de carne de porco assada com cebola picada e marinada em água morna e sal; a Cochinita pibil, também com carne de porco, esta marinada em achiote, sumo de laranja amarga, alho, sal e pimenta. A carne é envolvida em folhas de bananeira e cozinhada sob a terra.
4. Úmbria
Os mais exigentes podem visitar Itália e procurar as melhores receitas. Esta é uma cozinha de que todos gostam, e as suas diferentes regiões proporcionam uma enorme variedade culinária. Úmbria situa-se no interior do país, a sua produção de carne de porco dá origem a deliciosos enchidos e presuntos. Também se destacam os queijos de ovelha e cabra, sejam frescos ou secos.
Os pratos podem ser combinados com trufas (a famosa trufa negra) saboreadas também em algumas das massas que preparam. O seu azeite possui Denominação de Origem Protegida. Em relação à produção vinícola, entre brancos e tintos, destacam-se os vinhos de Sagrantino di Montefalco.

5. Paris
Resumir a cozinha parisiense a apenas umas linhas não é tarefa fácil e já muitos o fizeram… Para aqueles que gostam de comer e também de cozinhar, podem provar, e depois elaborar, um Croque Monsieur, crepes franceses ou mesmo caracóis.

 TAGS:Nostalgia Alvarinho Branco 2013Nostalgia Alvarinho Branco 2013

Nostalgia Alvarinho Branco 2013

 

 

 TAGS:Quinta da Romaneira 2009Quinta da Romaneira 2009

Quinta da Romaneira 2009

 

 

{
}

Deixe seu comentário 5 propostas para gourmets em férias

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name