Avisar sobre conteúdo inadequado

7 mitos sobre o whisky

{
}

 TAGS:undefinedProvavelmente, o whisky seja o destilado por excelência, aquele de que mais se fala e, como tal, sobre o qual se fabricaram mais falsos conceitos. Esclarecer alguns dos mitos criados em volta desta bebida, talvez e ajude a saboreá-la mais e melhor.

1. Deve beber-se puro. Entender que o whisky possui quarenta graus de álcool, ajuda também a entender a necessidade de lhe adicionar um pouco de água. Depois de 3 whiskies, as nossas pupilas gustativas “adormecem” e perdemos o sabor da bebida.
Nem todos os whiskies devem ser bebidos em copo e sem gelo e isto depende do modo como envelheceu. Existem whiskies bastante fumados, de forte aroma e sabor, que “pedem” realmente uma pedra de gelo.

2. Quanto mais caro, melhor. A nossa principal recomendação é que prove todos os tipos de whisky e só então, depois, escolha aquele de que mais gostar. Quanto mais velho o whisky, mais caro, isso também não significa que este é o único indicador de qualidade, já que existem whiskies muito agradáveis, a bom preço e com muito pouco tempo de barril. Tudo é uma questão de saber escolher o whisky.

3. Deve beber-se rapidamente. Para saborear o whisky não é necessário que seja em grande quantidade nem bebido rapidamente. Ao contrário da tequila ou da aguardente, o whisky deve ser bebido devagar, saboreado...

4. Não deve ser bebido em copos. Apesar de que a algumas pessoas possa parecer estranho, os escoceses já há muito tempo que bebem o seu whisky nos chamados quaich (tigela com duas asas, normalmente feito de prata, alumínio ou madeira).

5. O whisky é para aquecer. Na Colômbia, por exemplo, é habitual beber whisky para refrescar, enquanto que na Escócia, bebe-se para aquecer. É só uma escolha ou uma questão de gostos...

6. O whisky barato dá ressaca. O whisky barato tem a mesma graduação alcoólica que o whisky caro, porém, se lhe adicionarmos hiperactividade, desgaste físico, desidratação, exaltação mental e velocidade a beber, e ainda uma má alimentação, sim, pode dar ressaca. Se o whisky for tomado enquanto se come e acompanhado por uma boa conversa, também se bebe menos. No entanto há diferenças entre os whiskies single malt e os blend (com malte e cereais). Quimicamente está comprovado que os single malt dão menos ressaca, já que têm menor concentração de açúcar.

7. Não se pode harmonizar com whisky. Não se harmoniza apenas com vinho. Um whisky de 12 anos, por exemplo, doce, frutado ou fresco e com toques de amêndoa, combina com os sabores frescos do cebiche, o atum tártaro ou mesmo polvo na brasa. Alguns escanções recomendam que seja bebido com um pouco de água e gelo se pretende harmonizá-lo.

 TAGS:Hibiki 17 yearsHibiki 17 years

Hibiki 17 years: um uísque Blended feito em Japão que tem 43º de álcool.

 

 

 TAGS:Lagavulin 16 AnosLagavulin 16 Anos

Lagavulin 16 Anos: um uísque Single Malt originário de Escócia com 43º de teor de álcool.

 

 

{
}

Deixe seu comentário 7 mitos sobre o whisky

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name