Avisar sobre conteúdo inadequado

Alteração climática e vinhos. Qual é a relação?

{
}

 TAGS:undefinedÉ por todos conhecido, que a actividade industrial das últimas décadas, caracterizada pelo uso intensivo dos combustíveis fosseis, tem responsabilidade sobre as lentas, porém dramáticas, alterações climáticas produzidas no planeta. A temperatura global aumentou e por consequência, também as características climáticas de cada zona sofrem alterações.

Esta situação é algo que devemos começar a controlar antes de que o processo seja acelerado. Porém, em determinadas regiões, esta mesma alteração tem vindo a possibilitar produções até hoje impensáveis. É precisamente o que está a suceder na produção de vinho sueco e de vinho inglês. O aumento de temperatura, permite agora, que as estações quentes destes países sejam cada vez mais longas, o que não apenas facilita o trabalho dos viticultores, como também aumenta a qualidade do seu vinho, cada vez mais apreciado dentro e fora do contexto nacional.

Na Região de Malmö, uma das maiores cidades suecas, as vinhas gozam verões um mês mais longos do que há 50 anos. Em Hällåkra, por exemplo, há mais de 20.000 vinhas numa superfície de aproximadamente 6 hectares.
O aumento de temperatura nesta latitude foi superior à média global, o que converteu a viticultura nórdica numa séria alternativa comercial, até à data vista como um hobby de reformados.

Apesar de que o vinho sueco seja ainda um grande desconhecido entre os apreciadores de vinho, a actividade destes pequenos produtores começa a despertar o interesse dos restaurantes locais com alta cozinha. Especialmente os vinhos brancos e os espumantes, já incluídos nas carta de vinhos destes restaurantes.

 TAGS:Vinzel Chasselas 1990Vinzel Chasselas 1990

Vinzel Chasselas 1990: um vinhos branco da D.O. Canton de Vaud elaborado com chasselas de 1990.

{
}

Deixe seu comentário Alteração climática e vinhos. Qual é a relação?

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name