Avisar sobre conteúdo inadequado

Beber vinho faz-nos mais belos

{
}

 TAGS:undefined

Já na época dos romanos o vinho era utilizado para embelezar a pele. Hoje, centenas de tratamentos de pele incluem a presença de sementes de uva de modo a obterem uma maior hidratação e oxigenação da epiderme. Ou seja, além de propriedades benéficas para o nosso organismo, o vinho aporta beleza à nossa pele.

Esta ideia estendeu-se até aos nossos dias. No século XXI foram desenvolvidos vários estudos que demonstram que o vinho nos torna mais atraentes. O último estudo nesta área foi levado a cabo por investigadores do Reino Unido, que vinculam o consumo de álcool a um certo poder de atracção pessoal e mesmo a uma maior sensualidade conseguida por aqueles que o consomem.

Primeiras conclusões
A explicação parece residir no facto de que o vinho provoca uma vasodilatação directa, a mesma responsável pelo rubor da pele quando nos excitamos sexualmente. As primeiras conclusões do estudo estabeleceram que, para além de perceber os outros como mais atraentes, depois de beber um pouco, a mesma pessoa pode ser vista pelos outros como mais atraente.

Outras conclusões deste estudo determinam que um baixo consumo de álcool é aquele que propicia um aumento da vermelhidão na pele e um certo atractivo facial. Ainda que não seja possível provar estes resultados de modo contundente, eles podem ser constatados num contexto sexual e de relação amorosa, já que o álcool influencia o comportamento social.

Este estudo conclui ainda que os rostos das pessoas que consumiram uma baixa dose de álcool foram classificados como mais atraentes que os rostos de quem permaneceu sóbrio, enquanto que tal coisa não se observou nos indivíduos que consumiram uma alta dose de álcool.

Para realizar este estudo, fizeram-se várias fotografias a pessoas em estado sóbrio, e, um pouco mais tarde, às mesmas pessoas depois de terem consumido álcool com o objectivo de decidir qual a imagem mais atraente para os outros.

 

 TAGS:Quinta do Vale Meão 2011Quinta do Vale Meão 2011

Quinta do Vale Meão 2011: um vinhos tinto da D.O. Douro com touriga Franca e tinta Roriz de 2011 e com um grau alcoólico de 14.5º.

 

 

 TAGS:Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2011Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2011

Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2011: m vinhos tinto cujo coupage contém uvas de 2011 e 14.5º de álcool. 4 pontos de 5 é a classificação média de Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2011 no Uvinum.

 

{
}

Deixe seu comentário Beber vinho faz-nos mais belos

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name