Avisar sobre conteúdo inadequado

Como diferenciar os cavas

{
}

 TAGS:Uma forma de diferenciar os cavas, é através do seu preço. Evidentemente que isto é correto, mas também é verdade que o preço não nos dá nenhuma indicação do sabor do cava. Ao contrário, a etiqueta sim, dá-nos indicações que nos podem ajudar um pouco mais.

Vamos ver:

A primeira indicação vem-nos dada pelo nome do Cava. Um cava Brut Nature não é a mesma coisa que um Extra Brut ou um Meio-seco. O que querem dizer estes nomes?

Os cavas são tradicionalmente elaborados mediante um duplo processo de fermentação. O mosto transforma-se em vinho através da fermentação e um vinho que volta a fermentar é convertido em espumante. Neste processo, o açúcar do vinho é transformado em álcool, pelo que a forma mais simples de o voltar a conseguir é adicionando açúcar ao vinho.

A indicação de Meio-seco, Brut, Extra Brut, refere-se à quantidade de açúcar que se adiciona na elaboração do cava e dá-nos uma ideia sobre o sabor mais ou menos doce do cava resultante.

De menos a mais doce, esta é a correspondência:

  • Brut Nature: sem adição de açúcar, ou até 3gr de açúcar por litro.

  • Extra Brut: até 6gr de açúcar por litro

  • Brut: até 15gr de açúcar por litro

  • Extra seco: entre 12 e 20 gr de açúcar por litro

  • Seco: entre 17 e 35 gr de açúcar por litro

  • Meio-seco: entre 33 e 50 gr de açúcar por litro

  • Doce: mais de 50gr de açúcar por litro

Como a fase mais trabalhosa é aquela onde se provoca a segunda fermentação sem adição de açúcar, os cavas mais valorizados pelos entendidos são os Brut Nature, porém, no fim de contas e como sempre, é tudo uma questão de gosto. Não deixes que te critiquem por gostares dos cavas doces.

Contudo, cada cava, pelo seu sabor, combinará melhor ou pior com diferentes pratos. Os cavas Secos ou Extra-secos são apropriados para aperitivos. Os Brut e Brut Nature, com a refeição e os meio-secos e doces, para as sobremesas.

Outra informação a ter em consideração é a menção de Cava Reserva ou Gran Reserva, e que não está relacionado com a elaboração do cava mas sim com a guarda do cava. Segundo a D.O. Cava, um Cava Gran Reserva é aquele que passou mais de 30 meses em guarda. Quanto aos cavas Reserva ou Reserva Especial, tratam-se apenas de nomes comerciais que não acrescentam uma informação exata sobre o cava, de forma que é irrelevante.

Como desfrutar mais do Cava

Servir muito frio mas sem passar pelo congelador. Quanto mais lento seja o arrefecimento do cava (de resto como qualquer outro vinho), muito melhor. Se tem mesmo de ser feito o melhor é coloca-lo num balde de gelo e com um pouco de água (ao arrefecer, a água arrefece o cava de modo progressivo). Se o que se pretende é que o gelo dure mais, é só adicionar sal à água : )

Servir com o copo inclinado, para evitar que o cava desprenda muitas bolhinhas e se entorne.

Consulta a data de emissão do cava. As caves põem os produtos no mercado várias vezes por ano e quanto mais recente seja a data, melhor. Por essa razão é melhor compra-lo quando se vai consumir e não guarda-lo.

Os copos altos são melhores para a degustação, porque concentram aromas e se forma um goteio de bolhinhas. Os copos largos clássicos são úteis para que o Cava perca bolhinhas, para aqueles a quem é desconfortável.

Comenta os cavas que proves na Uvinum. Assim revelas as delicias do cava a outros Uviners e eles podem fazer o mesmo contigo.

{
}
{
}

Deixe seu comentário Como diferenciar os cavas

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name