Avisar sobre conteúdo inadequado

Lisboa em copos de vinho

{
}

 TAGS:undefined

Para além de luminosidade inconfundível, a Cidade de Lisboa guarda múltiplos tesouros de senhora antiga. São tesouros feitos de sabedoria, experiência e personalidade. Um deles, é, evidentemente, o vinho. Tão importante como a pérola dos líquidos, é o local onde este se bebe, acompanhado de quem e com quê.

É verdade que a oferta é tão grande e variada como a quantidade de opiniões sobre onde melhor se bebe vinho, mas os apreciadores parecem coincidir em relação ao Chafariz do Vinho. Localizada na Praça da Alegria, a enoteca mais antiga de Lisboa ocupa o antigo posto de abastecimento de água. Hoje em dia aqui bebe-se vinho; a copo ou não, português, chileno, italiano, francês ou espanhol, os vinhos têm em comum a qualidade e o cuidado com o qual são rigorosamente escolhidos. O Chafariz convida os clientes a trazerem a garrafa(s) que pretendem beber e saborear com os amigos, e pode acompanhá-la com os petiscos da casa, como a Trouxa de couve com alheira de caça, ostras ao natural ou pratos mistos de queijos ou fumados. Este wine bar organiza ainda provas de vinho do Porto, de vinhos de mesa novos e velhos e tem Happy hour: das 18h às 20.30h.

 TAGS:undefinedNo Goliardos (= taberneiros : ) garrafeira/bar, quase ao virar da esquina do Chafariz, na Rua da mãe d'Água, segue-se o seguinte lema: ”O homem é o único animal que bebe sem ter sede. Já agora que o faça criteriosamente”. A sua selecção de vinhos de terroir europeus é constituída por cerca de 500 referências de diversas categorias de vinhos, desde os acessíveis aos raros e passando pelos Vinhos Uvelhas Negras, uma colecção de vinhos de produtores dispostos a arriscar e a desafiar as normas em nome da qualidade e da originalidade.Para além do vinho ser servido, a copo ou garrafa, mas sempre a rodos, no Goliardos também se realizam cursos de vinhos, noites de provas e encontros entre produtores europeus

Outro dos locais preferidos pelos amantes da combinação vinho&petiscos é a Enoteca de Belém. Este restaurante/enoteca fica no número 12 da Travessa do Marta Pinto, perto dos pastéis. Abriu no final de 2009 e desde então tem vindo a semear qualidade e a colher elogios. Os vinhos escolhem-se com binóculos apontados para a estante das garrafas; a “biblioteca dos vinhos”, uma fila de tintos e outra de brancos, que, na sua maioria, podem ser bebidos a copo e a bom preço. O ambiente é acolhedor e o menu é concebido à medida dos vinhos, ou vice-versa, mas sempre com o apoio de quem harmoniza com experiência. É importante acrescentar que o restaurante da Enoteca de Belém foi premiado com dois garfos no último concurso gastronómico “Lisboa à prova” e que esta enoteca possui os seus próprios brancos e tintos; o Travessa da Ermida, produzidos nas Regiões do Dão e de Setúbal.

Enquanto não se decide a sair de casa ou a visitar Lisboa e os seus tesouros, pode saborear as recomendações da Uvinum

 

 TAGS:Quinta da Alorna Arinto Chardonnay ReservaQuinta da Alorna Arinto Chardonnay Reserva

Quinta da Alorna Arinto Chardonnay Reserva: das adegas Quinta da Alorna: um vinhos branco de D.O. Tejo cujo coupage contém chardonnay e arinto. 

 

 

 TAGS:Ninfa Escolha Pinot Noir 2011Ninfa Escolha Pinot Noir 2011

Ninfa Escolha Pinot Noir 2011: um vinhos tinto com D.O. Tejo cujo coupage contém pinot noir de 2011 e 13.77º de álcool en volume.

 

 

{
}

Deixe seu comentário Lisboa em copos de vinho

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name