Avisar sobre conteúdo inadequado

Os vinhos chilenos

 TAGS:Os vinhos chilenos gozam de uma fama bastante justa e são considerados como alguns dos melhores do mundo. Passemos pela sua história, origens e variedades:

A história do vinho chileno

Remonta à chegada dos espanhóis (1541-1554) e diz-se que o vinho entrou pela Capitania Geral do Chile.

Não é novidade que o solo e o clima chileno são propícios ao cultivo vinícola e por isso se diz que, a Natureza facilitou tudo desde o princípio. O cultivo da vinha cresceu e expandiu-se como um rasto de pólvora, a vinha começou a ser plantada nos arredores de Santiago, depois em Corregimiento de Coquimbo (uma das melhores zonas para plantação).

Anteriormente, a proibição do rei Felipe II deteve as plantações até 1678 e a viticultura chilena, deste modo, avançou muito lentamente e repleta de obstáculos e problemas na produção. Nos meados do século XIX, o técnico agrícola francês Claudio Gay rompeu este ciclo. Foi ele quem criou a estação experimental da Quinta Normal de Agricultura e em 1850 o Chile já contava com 40 mil vides europeias de 70 tipos diferentes.

Em 1863, apesar da praga de filoxera ter afetado a maior parte do mundo, o Chile não sofreu as consequências da praga e inclusive contribuiu para a recuperação vinícola mundial. Em 1902, com a lei seca dos Estados Unidos, baixou a produção de vinho no Chile porém a sua recuperação chegou ainda no século XX, cerca de 1980, quando as castas chilenas, assim como os seus vinhos, se converteram em algumas das melhores do mundo.

Tipos e variedades de vinhos chilenos

Os vinhos do Chile dividem-se fundamentalmente em três categorias: vinhos com denominação de origem, vinhos sem denominação e vinhos de mesa. A categoria é exposta na etiqueta do vinho, assim como a zona a que pertencem e entre as que figuram: região vitícola de Aconcagua, região vitícola de Atacama, região vitícola de Coquimbo, região vitícola do Sul e região vitícola do Vale Central.

Os vinhos chilenos são elaborados com uma interessante variedade de uvas, sendo a carménere a nacional, extinguida na Europa desde o século passado. Encontram-se ainda castas fabulosas como a Cabernet Sauvignon e a Merlot. Para além destas, nos vinhos tintos chilenos ressalta a presença da Cabernet Franc, Syrah, Malbec e a Pinot Noir. Nos vinhos brancos encontramos a Chardonnay, Gewürztraminer,Sauvignon Blanc e Sémillon.

Hoje em dia pode dizer-se que o Chile é por excelência, o país vinícola do novo mundo. A qualidade do seu vinho é demonstrada em cada vinho que elabora.

 TAGS:Terrunyo CarmenereTerrunyo Carmenere

Terrunyo Carmenere

 

 

 TAGS:El Principal 2001El Principal 2001

El Principal 2001

Deixe seu comentário Os vinhos chilenos

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name