Avisar sobre conteúdo inadequado

Pêras em vinho: receitas com vinho

{
}

 TAGS:Uma das sobremesas mais apreciadas em todo o mundo são as pêras em vinho tinto. Sempre que em casa a sobremesa é sinónimo de fruta (sim, porque os pastéis e as sobremesas mais elaboradas eram para os dias de celebração), as pêras em vinho tinto são uma espécie de sobremesa de Domingo, que todos gostam, em especial as crianças que podem fazer uma coisa de adultos nesse dia: provar vinho, ainda que seja à sobremesa.

Hoje em dia, a oferta de sobremesas já preparadas e a falta de tempo de que todos sofremos, faz com que esta sobremesa cada vez seja mais difícil de ver, no entanto, é fácil de preparar e inclui ingredientes saudáveis e deliciosos, de modo que é bastante recomendável. Hoje, ensinamos-vos a preparar umas incríveis pêras em vinho tinto:

Pêras em vinho tinto

Ingredientes:

  • 4 pêras grandes
  • ½ l de vinho tinto
  • 1 pau de canela
  • Casca de laranja (sem parte branca)
  • Casca de limão (sem parte branca)
  • Açúcar

Primeiro de tudo, as pêras: qualquer variedade é boa, com a única condição de ser duras, já que devem manter consistência depois de ser cozinhadas. Um truque para conhecer a dureza é pressionando-as com o dedo.

Quanto ao vinho, é válido qualquer tipo de vinho tinto que tenha sobrado em casa (esse que ficou no frigorífico desde o último fim-de-semana, está fantástico ;).

Preparação:

Descascamos as pêras deixando a pontinha. Podemos extrair-lhe o coração se temos a ferramenta, ou simplesmente deixá-la para ser retirada na mesa. Cortamos ligeiramente, em horizontal, as bases das pêras para poder assentá-las.

Pousamos as 4 pêras numa panela e regamos com o vinho. Deixamos aquecer em fogo médio-baixo. Juntamos o açúcar, as cascas de laranja e limão e a canela.
Mantemos o fogo durante 20/25 minutos, regando as pêras de 5 em 5 minutos. À medida que as pêras se vão cozinhando, e o seu amido absorva o vinho, as pêras vão-se tingindo de vermelho.

Para saber quando estão cozidas, basta com picar as pêras com um garfo, que deve poder chegar até ao coração da pêra facilmente.

Uma vez cozidas, retiram-se e aumenta-se o fogo para que o resto do vinho ganhe textura de calda. Entretanto, podem colocar-se as pêras em pratos individuais.

A calda, é sabido, depende do gosto, mas é bom ter em conta de que, uma vez que ganhe a textura desejada o vinho reduz-se rapidamente, como tal, é recomendável apagar o fogo ligeiramente antes que adquira a textura que pretendemos e deitá-la imediatamente sobre as pêras, de modo a travar a redução do vinho.

A temperatura, ao servir, depende de cada família: em algumas serve-se quente, outras arrefecem as pêras e reservam a calda para lhes conceder um golpe de calor precisamente antes de servir e criar contraste com a pêra fria... A nossa sugestão é provar todas as variações de apresentação que imagines, até encontrar a que mais gostes.

Outra possibilidade é servi-las quentes, assim como a calda, e adicionar-lhe uma bola de gelado, um modo de saborear o contraste de frio/calor na mesma sobremesa.

Gostas de pêras em vinho? Hoje recomendamos dois vinhos para que saboreies, ainda que provavelmente não vais desejar que sobre... Se sobra...poderás fazer maravilhosas pêras em vinho.

 TAGS:Adega de Borba 2011Adega de Borba 2011

Adega de Borba 2011

 

 

 TAGS:Barca Velha 2004Barca Velha 2004

Barca Velha 2004

{
}

Deixe seu comentário Pêras em vinho: receitas com vinho

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name