Avisar sobre conteúdo inadequado

Tinta roriz, a Tempranillo espanhola. Que sabemos dela?

{
}

 TAGS:Tempranillo é o nome da principal uva tinta espanhola e também a mais conhecida. Em Portugal, no Douro chama-se Tinta roriz, no Alentejo, Aragonez. Mas, que conhecemos realmente sobre ela? Sabemos tanto como pensamos? E os vinhos Tempranillo?

Hoje fazemos uma revisão de alguma informação interessante sobre a rainha das tintas espanholas:

A Tempranillo, apesar de ser a uva mais representativa de Espanha, não é a de maior ocupação no total da superfície de vinhedos. Essa honra pertence à uva Airén, uma variedade branca predominante das Denominações de Origem de La Mancha, Valdepeñas e Vinhos de Madrid, entre outras.

E não, a tempranillo também não é a uva tinta mais cultivada. A nível mundial, este lugar corresponde à Mazuelo, igualmente espanhola e também conhecida como Carireña, Carignan, Carignane. A nível nacional, a uva tinta mais cultivada em Espanha é a Garnacha.

A origem do nome Tempranillo parece referir-se à sua maturação, que se antecipa em relação à maioria das uvas tintas.

Porém, tempranillo não é o único nome que recebe esta uva. Dependendo da zona de Espanha em que nos encontrarmos chamam-lhe Tinta del País (ou Tinto del País se nos referirmos a vinho), Tinta Fina (ou Tinto Fino), Ull de Llebre, Arauxa, Cencibel, Juan García, Morisca, Valdepeñas...

Fora de Espanha também se cultiva (e muito) e com outros nomes: Aragonez e Tinta Roriz em Portugal; Tinta Montereiro e Tinta Santiago na América do Sul e Valdepeñas ou Valdepenas nos Estados Unidos.

A Tempranillo branca também existe. É uma mutação que apareceu de forma natural e que se encontra documentada apenas desde 1988.

Um dos últimos nomes a ser associados à Tempranillo foi a Tinta de Toro, até há pouco dadas como 2 uvas diferentes e apenas em 2002, graças ao desenvolvimento dos estudos sobre o ADN, foi demonstrado que na verdade se tratava da mesma uva. Mesmo assim, ainda é motivo de discussão para alguns.

Durante muito tempo atribuiu-se falta de corpo, de acidez e açúcar à tempranillo, usando-se para os vinhos velhos misturada com castas como a Garnacha, a Mazuelo ou a Cabernet Sauvignon. Hoje em dia, devido a um maior e melhor controle do processo de vinificação, já se começam a produzir bons vinhos de reserva elaborados unicamente com uva tempranillo.

Mas já chega de teoria, é o momento de provar os vinhos tempranillo. E recomendamos-te 3 vinhos:

 TAGS:Valenciso Reserva 2006Valenciso Reserva 2006

Valenciso Reserva 2006

 

 

 TAGS:La Rioja Alta Gran Reserva 890 1995La Rioja Alta Gran Reserva 890 1995

La Rioja Alta Gran Reserva 890 1995

 

 

 TAGS:Matarromera Crianza 2009Matarromera Crianza 2009

Matarromera Crianza 2009

{
}

Deixe seu comentário Tinta roriz, a Tempranillo espanhola. Que sabemos dela?

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name