Avisar sobre conteúdo inadequado

Vinho ecológico versus vinho biodinâmico. Qual a diferença?

{
}

 TAGS:undefinedHoje em dia, na Europa, existe um movimento de consumo real de vinhos ecológicos e/ou biodinâmicos. Mas o que significam realmente estes conceitos e quais são as diferenças entre eles?

Para começar, é importante saber que os termos ?orgânico?, ?ecológico? e ?biológico? são sinónimos em todo o território da União Europeia.

Em Portugal, é admitido ?ecológico? ou ?biológico? no rótulo. Os vinhos ecológicos, tal como os biodinâmicos, possuem uma etiqueta que lhes permite serem identificados: AB, Agricultura Biológica, Ecocert, Demeter, Biodyvin...

Os vinhos ecológicos ou Bio

Procedem da agricultura ecológica. A vinha é tratada com técnicas agrícolas que excluem o abono, os antibióticos e os pesticidas (fertilizantes, herbicidas, agro-tóxicos). Ainda nas vinhas, também não é autorizado o uso de substâncias ou organismos transgénicos, aditivos, colorantes ou conservantes. Em relação aos tratamentos em adega, as práticas ?enológicas? também se reduzem, ainda que não de todo. O SO2, assim como outros produtos, deve ser reduzido. Porém é permitido utilizar leveduras seleccionadas (químicas) e outros tratamentos.

Os vinhos biodinâmicos

São vinhos procedentes da agricultura biodinâmica. Este não é um conceito novo, ao contrário, já vem do princípio do século passado. A qui, a vinha é considerada como um ser vivo e o objectivo é o de que a vinha desenvolva o seu próprio sistema imunitário contra as doenças, micróbios e insectos. Como? Fomentando os microorganismos e a biodiversidade, tendo em conta as energias da terra e do clima e seguindo um calendário biodinâmico (lunar). Estes conceitos são levados também até à adega e à elaboração dos vinhos. Deve ser utilizada menos tecnologia, menos tratamentos, menos SO2 e, sobretudo, utilizar apenas leveduras autóctones ou naturais.

Também é importante esclarecer que a maioria das adegas produtoras de vinhos Bio ou Biodinâmicos segue um conceito que vai muito mais longe que as normas europeias, é uma verdadeira filosofia de vida que está presente, é o modo de deixar uma terra mais saudável para as próximas gerações. O trabalho, nas vinhas, é mais duro, muitas vezes trabalha-se com cavalos e ?à mão? e os rendimentos são também mais baixos. Mas a grande vantagem é a de serem vinhos autênticos, com personalidade real e onde se percebe o terroir.

Recomendações:

 TAGS:Julia Kemper Branco Bio 2012Julia Kemper Branco Bio 2012

Julia Kemper Branco Bio 2012

 

 

 TAGS:Porto J.W. Hart Réserve Ruby Bio RougePorto J.W. Hart Réserve Ruby Bio Rouge

Porto J.W. Hart Réserve Ruby Bio Rouge

{
}
{
}

Deixe seu comentário Vinho ecológico versus vinho biodinâmico. Qual a diferença?

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name