Avisar sobre conteúdo inadequado

Vinho Ribera del Duero

{
}

 TAGS:O Vinho Ribera del Duero ostenta o nome da DO mais importante do Valle del Duero e de Castela e Leão.

Nos últimos anos consolidou-se como sendo a 3ª DO de Espanha mais importante a nível internacional (a seguir a Rioja e Cava e lado a lado com o Priorat) exportando para todo o mundo os seus característicos vinhos de uva Tempranillo (Tinto Fino, Tinta do País e em Portugal Tinta Roriz no Douro e Aragonez no Alentejo).

A saber sobre a Ribera del Duero:

  • Além da zona do Rio Douro português, ?El Duero? rega também várias das Denominações de Origem de vinhos em Espanha: Rueda, Toro, Tierra del Vino de Zamora e Arribes del Duero.
  • Em Castela e Leão existem ainda outras denominações: o Bierzo, Cigales, Arlanza...Castela é definitivamente terra de vinhos.
  • A variedade principal de uva é a Tempranillo. Também se encontram vinhos que incluem mistura com Cabernet Sauvignon, Merlot ou Malbec, mas nunca como variedades principais.
  • A Ribera del Duero não é apenas terra de tintos, ainda que menos conhecidos, aqui também se elaboram bons rosés, frescos, agradáveis e com corpo.
  • A Ribera del Duero contém uma zona a que chamam triângulo de ouro do vinho da Ribera del Duero e que compreende a área delimitada por Peñafiel, Pesquera de Duero e Valbuena de Duero. Neste ?triângulo? concentra-se a maior parte das adegas mais famosas da DO e onde nascem muitos dos vinhos com maior reputação. O Castelo de Peñafiel, considerado o monumento mais representativo da Denominação, surge na etiqueta de muitos dos seus vinhos.

Não esquecer um outro ponto importante desta zona: Aranda de Duero.

Os vinhos Ribera del Duero caracterizam-se pela sua cor intensa de cereja e pela sua opacidade. Esta é a apresentação que seguem muitas das adegas e Denominações em toda a Espanha, marcando o contraste com os Rioja, que são um pouco mais claros e transparentes.

Em nariz, a uva Tempranillo guarda facilmente os aromas do barril e por este motivo, triunfam os tintos de barril de carvalho e os envelhecidos, onde se misturam aromas de fruta, juntamente com aromas de tabaco, café e frutos secos, próprios do envelhecimento em barril.

Em boca, um Ribera del Duero denota uma baixa acidez, assim como uma carga tânica muito alta, o que resseca o paladar e faz deles os vinhos perfeitos para acompanhar pratos fortes como os assados e as carnes vermelhas.

Pelos seus taninos, são vinhos suscetíveis de ser conservados durante vários anos, o que, em alguns casos, é inclusive a melhor opção, já que muitos dos vinhos envelhecidos e reservas da Ribera del Duero são habitualmente vendidos após uma elaboração recente, e na verdade necessitam algum tempo de guarda para alcançar o seu máximo esplendor.

Certamente que em alguma ocasião já provaste os vinhos da Ribera del Duero, mas, se queres descobrir algo novo, a Uvinum revela-te algumas novidades:

 TAGS:Psi 2008Psi 2008

Psi 2008

 

 

 TAGS:Valbuena 5º Año 2004Valbuena 5º Año 2004

Valbuena 5º Año 2004

{
}

Deixe seu comentário Vinho Ribera del Duero

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name