Avisar sobre conteúdo inadequado

Zinfandel, uma uva com mistério

{
}

 TAGS:A casta Zinfandel encontra-se sobretudo no Vale da Califórnia, lugar considerado durante muito tempo como o seu berço, porém, estudos recentes revelaram que esta uva teve antepassados croatas e italianos. Estes novos dados aumentaram o mistério da sua procedência, já discutida desde o século XVIII, além da origem do próprio nome ? Zinfandel ? do qual também não se conhece uma versão fidedigna.

Depois da grande depressão sofrida pelos Estados Unidos, para além da famosa restrição, muitas vinhas da Costa Oeste apostaram por esta casta tão especial, principalmente na Califórnia, o seu verdadeiro lar até hoje.

Dos vales da Califórnia, chega praticamente 80% dos vinhos elaborados com esta casta. Itália é o segundo produtor de Zinfandel, mas é necessário esclarecer que, estas colheitas são relativamente jovens, quando comparadas com as americanas. Também a encontramos na Croácia como Crljenak Ka?telanski, a casta que se presume ser mãe da Zinfandel.

Conhecer uma Zinfandel

A casta Zinfandel é uma uva vigorosa, que prefere os climas quentes, porém, demasiado calor representa um risco já que enfraquece rapidamente. Os cachos de Zinfandel sao grandes e apertados, facto que acelera a sua maturação. Outro ponto de interesse na sua constituição é o alto teor de açúcar, o que a faz ser bastante procurada para a elaboração dos denominados ?vinhos de sobremesa?.

Os vinhos Zinfandel costumam ser criticados pelo seu alto teor alcoólico, facto que os converte em vinho ?quente?, ainda que hoje em dia, com as técnicas de vinificação, o grau de álcool seja mais facilmente regulado. Se um Zinfandel, por exemplo, tem taninos, chega a atingir os 15 graus de álcool. Outro dos fatores que faz variar o seu sabor, é o envelhecimento.

Em nariz, um vinho Zinfandel pode desenvolver toques de maçã e tabaco; se o vinho em questão for suficientemente maduro, os seus aromas podem ser de morango, amoras e cerejas.

A harmonização perfeita

Um vinho desta casta tem a capacidade de ser combinado com pratos muito condimentados, como os guisados de carne, caviar, marisco, queijos bem curados e, em especial, pratos com muito picante. Também pode ser combinado com pratos de peixe seco ou cozinhado em limão (garoupa, sushi).

Este vinho deve ser servido a uma temperatura de 14ºc, ainda que, no caso de acompanhar pratos de sabor muito forte, aconselhamos subir mais um grau.

Queres provar a Zinfandel? Aqui te deixamos 2 recomendações fáceis de encontrar, ambos das adegas Ravenswood:

 TAGS:Ravenswood Napa Valley Zinfandel Old Vine 2010Ravenswood Napa Valley Zinfandel Old Vine 2010

Ravenswood Napa Valley Zinfandel Old Vine 2010, um vinho em que o calor da Zinfandel se mescla com os sabores de outras uvas. Ideal para começar.

 

 

 TAGS:Copper Ridge Zinfandel RoséCopper Ridge Zinfandel Rosé

Copper Ridge Zinfandel Rosé, un bon rosé

{
}

Deixe seu comentário Zinfandel, uma uva com mistério

Entra em OboLog, ou cria seu blog grátis se você ainda não esta cadastrado.

User avatar Your name